Reflexões

Férias
Década de 60: a alegria de encontrar as amigas na praça da nossa Encruzilhada, ir para fazenda, cavalgar, assistir às tarde de domingo, passear de Sinca Chambord e após a missa, as reuniões dançantes nas lindas tardes de domingo dos anos dourados, dos belos carnavais.

Década de 90: saborear a adolescência dos filhos e seus amigos . Levar e buscar os filhos Bere Balare, Centrinho de Atlântida, carnaval na SABA/SAT , barraquinha na beira da praia, encontros da Liga Jovem, grandes leilões do Gasparotto e muita diversão à beira mar.

Novo milênio:
2004 Chegada do primeiro neto: Gabriel
2007 : Chegada de João Paulo
2017: Chegada de Pétros.
Anos de intensa alegria com
algumas preocupações naturais a uma avó atenta ao bem estar dos netos.
Férias, casa cheia, netos correndo, jogando bola, brigas passageiras , viagens, alegrias compartilhadas.
E assim os anos passam em
assustadora velocidade!
E assim chegamos às férias do verão de 2019.
Os netos já não correm mais em nosso jardim, já não ouço os gritos e o barulho “ dos pontas” na nossa piscina. Agora são visitas rápidas na ânsia de correrem para os condomínios, onde muita liberdade e turmas de amigos os esperam. Agora é menos praia, até porque nosso mar não convida, mas muitas brincadeiras: pegar, esconde-esconde , bicicletas, futebol, piscina e o principal, correr à noite pelas ruelas deste espaço que nos faz voltar a dar as crianças a segurança de outrora. Paralelo a tudo isto e até competindo ferozmente com o tempo das crianças, os celulares e jogos eletrônicos, o que deixa, nós avós , de “orelhas em pé” , pois acreditamos que independente do tempo e do espaço, é importante ser criança!
As férias voam e é com certa nostalgia que ao passear pela nossa Atlantida, pelas nossas praias e praças , constatamos o silêncio típico do final de férias! Daqui a pouco será final de semana e as ruas voltarão a ser povoadas pelo movimento dos adultos e o riso das crianças , mas já não dará para voltar na segunda feira- feira, pois será dia de aula. Assim vamos curtir o feriado do carnaval, agradecer a Deus por mais estás férias e contar os dias para a chegada das férias de 2020, que por mais longe que pareça, estão logo ali. É só piscar o olhos e já será Natal!